6.2.11

sobre a infância (e o futuro).


Esse vídeo não tem nada a ver, mas enquanto assistia ele (encantada) lembrei do assunto que vou falar nesse post. (fiquei muito em dúvida qual link colocar aqui, já que assisti o vídeo de uma câmera diferente, e os ângulos realmente fazem diferença! Mas tem outro aqui, e recomendo assistir todos, pois essa apresentação foi linda!)

Não era minha intenção ficar fazendo posts sobre coisas do passado, mas de vez em quando bate uma saudade, ou só paro pra pensar mesmo, e penso que podia compartilhar um pouco "da minha história" por aqui, e quem saber reler isso quando a memória estiver mais prejudicada...

Quando eu era menor e ficava em casa depois de voltar da aula, não fazia muito além de assistir televisão. E era encantada por coisas e pessoas bonitas: um comercial com uma música legal, uma introdução de série interessante, clipes musicais de ídolos ou apenas com uma fotografia legal, apresentações ao vivo, e por aí vai.

Eu vivia com o controle na mão, com o dedo no REC. Comprava fitas e mais fitas VHS e gravava tudo que achava legal. Até hoje, meio sem utilidade, tenho mais de 40 fitas guardadas no alto do meu armário. Infelizmente não tenho mais nenhum video cassete que funcione, e é muito caro passar pra DVD.

Essa belezinha..

Na verdade, cheguei no assunto das fitas, pois assistindo ao show de Glee, me deu saudades de dançar.
Desde pequena, não sei quantos anos, uns 8 talvez, eu dançava, algo parecido com street dance (dança de rua).
Fazia apresentações por aí, com o pessoal da Oficina de artes da Associação da Hering, e depois com algumas vizinhas, decidimos "voar solo".

Gravávamos as danças legais, abríamos espaço na frente da TV e copiávamos as coreografias por horas a fio.
Acho que lá por 2000, 2002, conseguimos até com algum conhecido de algum amigo, mp3 em cd com algumas apresentações ao vivo, assim não tinhamos que dançar a versão do cd (como extrair o áudio da TV para o CD, né?), sendo que tínhamos a coreografia da versão ao vivo, que é sempre diferente.

Tudo isso pra dizer que sinto falta de dançar. Não temos mais tempo pra isso, com a faculdade, trabalho.. Se quisesse, poderia me inscrever numa academia e dançar isso, mas não é a mesma coisa, sabe? O estilo vai ser diferente, as pessoas, e as músicas. E não tenho tempo pra ensaiar, isso é fundamental. Também não rola apresentação, porque não é algo popular, e isso desestimula.


It's Britney, bitch.

Sinto falta de dançar, assim como sinto falta de jogar vôlei, basquete (por mais que era ruim nisso, achava divertido) e como tenho certeza que sentiria falta de andar de bicicleta, se soubesse andar numa.

Ficamos presos nessa vidinha de trabalhar e estudar, pra comprar uma casa e um carro. Não temos talento pra nada, e a vida é tão mecânica que é triste. Não poder fazer diferença pra ninguém, não inspirar ninguém. Queria fazer algo útil, algo que fizesse pessoas felizes, e principalmente, me fizesse feliz.

Infelizmente, isso não dá dinheiro por aqui, e nem uma casa e um carro na garagem.

Update: A gente dançava essa música do vídeo, o começo da Britney Spears, e depois a parte do N Sync, a partir de 2:30. Era uma das preferidas ♥


4 comentários:

daniela malkovitz disse...

eu fazia o mesmo!!!
as minhas fitas VHS estão mofadas, dá até dó... conheces alguém que pode dar um jeito nisso? pelo menos as fitas de filmagens caseiras, sabe?...
:*

Juliana disse...

Sei que tem uma loja na rua 7 de setembro, em frente a antiga Livraria Alemã, que faz essa conversão de VHS pra DVD.. pelo que lembro era uns 35 reais cada... =|

Anônimo disse...

Having seen a near friend going trough a tough period due to a illness caused from tobacco I made it my quest to spare as many other people as is possible from the same exact fate, though quickly I realized that no matter how great your arguments are it is extremely hard to make a smoker give up smoking, not because your arguments aren't sufficiently good and not because the smoker is not happy to quit but simply due to the fact smoking is really a more addicting drug than heroin and cocaine (scientifically proven).

Then I realised that there's in reality a way to stop smoking with out quitting smoking, so leave the smoker his or her pleasure and also habit yet save him or her from the harmful effects of smoking cigarettes.

The Things I am speaking about are electronic cigarettes. You can read about most of the negative effects of smoking and how a [url=http://electroniccigarette0.com/]electronic cigarette[/url] can help you quite smoking cigarettes or simply allow you to follow your current routine and obtain your kick without the damaging side effects associated with smoking on my web-site http://electroniccigarette0.com

P.S. I hope this will not be deleted because of having a link to my web-site as I only attempt to inform and help.

May God bless all of you

Chrissy M.

Juliana disse...

Não cliquei no link, mas vi isso http://en.wikipedia.org/wiki/Electronic_cigarette e achei legal p/ quem quer parar de fumar :)